fbpx

Onde se hospedar no Rio de Janeiro?

Se você nunca foi à Cidade Maravilhosa provavelmente você respondeu que onde se hospedar no Rio de Janeiro é em Copacabana. E esse post vem para te mostrar que existe vida além das calçadas de ondas em preto e branco e dependendo do seu objetivo na cidade, ali pode ser não só uma escolha ruim como uma das piores possíveis.

Antes de mais nada: você está indo para o Rio de Janeiro fazer o que? Passar férias, assistir ao Rock in Rio, ir a um congresso ou aproveitar um feriado? E depois disso, quais lugares você quer e pretende conhecer? Um bom planejamento vai te ajudar muito a ficar menos tempo no trânsito e no deslocamento de um canto para o outro e mais tempo se divertindo.

Entendendo a cidade

A cidade do Rio de Janeiro é divida em três grandes áreas: Zona Sul (que contempla principalmente os bairros mais turísticos – como Copacabana e Ipanema – e o Centro), Zona Norte (que contempla os bairros mais boêmios como Tijuca, além do Maracanã e alguns parques como a Quinta da Boa Vista) e por fim a Zona Oeste (que contempla os bairros mais afastados e quentes da cidade como Campo Grande e Bangu e também as praias mais bonitas como Grumari e Praia da Barra da Tijuca.

Maracanã, zona norte do Rio de Janeiro

O metrô dá acesso a toda Zona Sul, boa parte da Zona Norte e quase nada da Zona Oeste. Para a Zona Oeste também temos a opção de BRT e trens. Toda a cidade conta com ônibus municipais.

Na região disso tudo também temos as cidades da baixada Fluminense. Às vezes você chega mais rápido de trem de uma cidade da baixada para o centro do que de ônibus da zona norte para o centro. Tudo vai depender principalmente do local que você escolher ficar e do horário do transporte.

Considere se pretende sair à noite, pois os transportes são escassos na madrugada e a cidade não chega a ser super segura. Nesse casos a melhor opção é taxi ou Uber. Então, se hospede próximo ao local que você quer aproveitar a balada.

Pôr do sol no Arpoador, zona sul do Rio de Janeiro

Fazendo a escolha

  • Primeira vez: se você ainda não conhece a cidade e seu objetivo é fazer os principais pontos turísticos, escolha a Zona Sul. O acesso é fácil e a estrutura para receber turistas é melhor. Se possível escolha bairros como Ipanema ou Botafogo. Copacabana tem muitos mendigos e os pequenos furtos são constantes. Bem como é a região mais cheia em feriados e no verão.
  • Rock in Rio e eventos em geral: Se hospede na Barra da Tijuca ou região. Ou no caso de outro evento, próximo de onde o evento vai acontecer. Ainda que você queira aproveitar a cidade um ou dois dias depois do evento. Normalmente nesses dias de grandes eventos o trânsito fica caótico, muitas vias fechadas e você perde bastante tempo para chegar caso estiver hospedado longe. Muito tempo eu quero dizer realmente muito tempo, em alguns casos mais de 2 horas. Se fizer questão de ficar nos bairros famosos, procure uma hospedagem perto do evento no dia do evento e depois troque.
  • Curtir boas praias: certamente a região da Barra da Tijuca e Recreio tem as melhores e mais limpas praias da cidade. Nesse caso não há outra saída além de se hospedar ali.

Mirante do Caeté, Prainha. Zona oeste do Rio de Janeiro

  • Calmaria e tranquilidade: a região de Guaratiba tem uma paisagem incrível e clima de interior. Tende a ser uma ótima opção para quem quer aproveitar uns momentos de descanso longe da loucura de cidade grande e turística.

Aproveite a cidade

Fazer a escolha do bairro certo na hora de se hospedar não só te ajuda a economizar tempo com deslocamento como muitas vezes te ajuda a economizar dinheiro com transporte.

Em casos de eventos, procure saber o bairro e busque pelo mapa de hospedagens próximas.

Se ainda ficou alguma dúvida ou se vocês tem um evento específico e não tem certeza do melhor lugar para se hospedar, fale com a gente nos comentários que ajudamos o máximo que for possível.

Ah, e nossos leitores podem ter acesso a desconto no Booking.com clicando aqui e no Airbnb clicando aqui.

 

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.