O que fazer na Floresta Amazônica - A escolha do roteiro
Amazonas | América | Brasil | Roteiros

O que fazer na Floresta Amazônica – A escolha do roteiro

Olá, este é o segundo de uma série de 6 posts sobre nossa viagem por Manaus e Floresta Amazônica. Se você não viu o primeiro post, clique aqui.

Quando enfim escolhemos que o destino de nossa lua de mel seria Manaus, tínhamos certeza de que não poderia faltar no roteiro uma experiência na floresta amazônica. Então começamos a pesquisar sobre o que fazer na Floresta Amazônica. Mas daí tivemos uma grande decepção: os hotéis no meio da selva eram luxuosos e caríssimos!

Decepção porque 1- não tínhamos dinheiro para bancar uma diária de 1mil (se você tem, vai fundo e volta nos comentários para nos contar como foi, por favor!) e 2- não era de fato a experiência que queríamos ter naquele momento. Queríamos algo simples, bem mais próximo da realidade local. Porque não esperávamos encontrar uma floresta maquiada, de fácil acesso e cheia de luxos e regalias. Esperávamos encontrar perrengues e a realidade verdadeira daquele lugar.

A pesquisa foi longa e difícil mas encontramos um caminho!

Escolhendo o roteiro de selva

O que fazer na Floresta Amazônica - A escolha do roteiro
Iguana Tour nos levando para mais uma experiência incrível na floresta

Encontramos pacotes diferenciados em agências de turismo local. A gente sabia que embora não fizesse muito o nosso estilo, para esse tipo de viagem teríamos que contratar uma agência, já que não poderíamos (e nem queríamos) explorar a mata sozinhos.

Começamos a entrar em contato e pedir orçamento via internet para diversas agências e a que mais nos interessou considerando custo benefício foi a Iguana Tour. Entre tantos serviços, vimos o diferencial deles terem a própria pousada na selva, perto e com acesso fácil a Manaus. Entramos em contato com conhecidos na cidade para garantir que a empresa existia. Também demos uma pesquisada na internet e resolvemos fechar.

Desde o primeiro contato nos sentimos seguros e satisfeitos. O atendimento foi muito bom e atencioso. Escolhemos o pacote Iguana, que nos daria direito de 3 dias e 2 noites na selva, com passeios e refeições incluídas. Caso estejam interessados, dá para conferir cada pacote, com programação e valores nos destaques do Instagram deles.

Nós pagamos (para agosto de 2018) o total de R$1260 para o casal sendo acomodação em chalé (se for para o quarto compartilhado fica mais barato). Ou seja, três dias na selva, com todas as refeições e passeios, transfer de ida e volta para Manaus por R$630 por pessoa. Consideramos um valor bem justo, já que se a gente ficasse em Manaus, pagando hospedagem, alimentação, aluguel de carro e passeios diários a gente gastaria mais ou menos a mesma coisa ou até mais.

O Roteiro

Dia 1:

O que fazer na Floresta Amazônica - A escolha do roteiro
O famoso encontro das águas (encontro dos rios Negro e Solimões)
  • transfer do hotel para a agência
  • transfer da agência para a pousada de selva
  • encontro das águas
  • almoço
  • passeio de barco para reconhecimento de território
  • pescaria de piranha
  • contemplação do por do sol
  • volta a pousada e jantar
  • focagem de jacarés

Dia 2

O que fazer na Floresta Amazônica - A escolha do roteiro
Amanhecer na floresta
  • nascer do sol
  • café da manhã
  • caminhada ecológica (com dicas de sobrevivência na selva)
  • retorno à pousada e almoço
  • saída para o acampamento
  • montar acampamento (redes) na selva
  • jantar churrasco na selva
  • passeio para observação de estrelas
  • dormir na selva

Dia 3

O que fazer na Floresta Amazônica - A escolha do roteiro
Casa de ribeirinho às margens do rio Juma
  • café da manhã na selva
  • visita a casa do Ribeirinho
  • almoço
  • retorno a Manaus

Se animou com o roteiro? Fica atento que nos próximos dias vem os detalhes de nossas experiências em cada um dos dias.

 

ps. comecei esse post com o intuito de contar toda a experiência da selva aqui, mas percebi que ficaria gigante e impossível de ler. Por isso escrevi esse primeiro com as informações técnicas e importantes e os próximos falam de como vivemos cada um dos dias, de quanto tempo demorou no caminho, das coisas que aprendemos, do que comemos, e da vida real que o roteiro puro aí em cima não te contou. Esperamos que você acompanhe e aproveite!

Similar Posts

Inscreva-se
Notifique-me sobre
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários