bate-volta saindo de dublin
Europa | Irlanda | Roteiros

7 ideias de bate-volta saindo de Dublin

Que a gente ama viajar não há dúvidas, mas quando a gente não pode colocar o pé no avião ou na estrada, gostamos de nos manter fora da rotina sendo turista dentro da cidade em que vivemos. A gente já fez um post incrível sobre os escondidos do Rio de Janeiro e um outro sobre os pontos turísticos famosos na região central de Dublin. Hoje é dia de falar sobre os pontos ao redor da cidade. Seja em um bairro mais afastado do centro, seja em uma outra cidade próxima à capital irlandesa. As ideias de bate-volta saindo de Dublin tem como filtro principal pequenas viagens de um dia. Vem com a gente?

Bate-volta número #1: Howth

O que era originalmente uma aldeia de pescadores, hoje virou uma região turística bem pertinho de Dublin. O acesso pode ser de carro, trem (DART) ou ônibus. Além do píer rodeado de restaurantes, há também uma feirinha com doces e comidinhas de rua, sendo as duas atrações mais famosas do local o Howth Castle e o Howth Cliffs, que contam com uma trilha à beira mar e grandes penhascos.

bate-volta saindo de dublin

Bate-volta número #2: Bray

Está localizado à beira mar e conta com trilhas e cliffs. Fica na divisa com o estado de Wicklow e a trilha mais famosa é a que liga Bray até Greystones (cidade do lado). O local é bem mais simples que Howth, mas a natureza é mais predominante. Além dos cliffs há um mirante muito conhecido chamado de Bray Head que tem uma vista sensacional de toda a região.

https://www.instagram.com/p/BojavL6FiuJ/?utm_source=ig_web_copy_link

Bate-volta número #3: Dun Laoghaire

Esse é provavelmente o preferido dos brasileiros – depois dos pubs centrais. O bairro costeiro, ainda dentro de Dublin, conta com um píer lindo, uma feira de comidinhas aos finais de semana, o restaurante/pub mais badalado e baratinho da região (o The Forty Foot) e uma área de banho que só é usada pelos irlandeses, já que nunca faz calor o suficiente para “dar praia” por aqui. O bairro é palco de diversos eventos na cidade de Dublin ao longo do ano.

View this post on Instagram

Descobrimos um pequeno paraíso praieiro de águas limpas e tranquilas no subúrbio de Dublin (mais ou menos 12km a sul da capital Irlandesa): Dun Laoghaire! ⠀ Começamos o passeio pelo famoso píer. Espaço para caminhada, vista para o mar e pedras costeiras que rendem fotos incríveis com mar verde esmeralda bem típico irlandês. ⠀ Continuamos a caminhada até o People’s Park, praça local que aos finais de semana dá espaço a uma feira livre cheia de comida, doces e artesanatos. ⠀ Já no final da orla encontramos o que nos pareceu um clube: escadinhas de acesso a água, bancos, corrimão e espaço para pendurar toalhas, só que tudo isso na beira do mar. (Foto) ⠀ A região é conhecida como 40 Foot. A água provavelmente é fria (nós não testamos, claro!), mas muita gente estava se divertindo no domingo de outono que estivemos no local, mesmo com a temperatura externa de 13º. ⠀ Uma dica extra é o Museu James Joyce Tower, que fica ao lado do 40 Foot e tem entrada gratuita.

A post shared by Sim, Vamos! | Blog de Viagem (@sim_vamos) on

Bate-volta número #4: Skerries

Outra cidadezinha de praia próximo a Dublin. Melhor forma de acessar é indo de Dart – o trem metropolitano. Essa é bem cinematográfica. São diversas casas de veraneio, um pequeno calçadão com parquinho e sorveteria e uma praia com faixa de areia gigante. Provavelmente uma das únicas na região com – efetivamente – areia.

https://www.instagram.com/p/BwnKw5_Jr8j/?utm_source=ig_web_copy_link

Bate-volta número #5: Drogheda

Essa fica bem no interior e pode ser acessada de trem ou de carro saindo de Dublin. São diversos sítios arqueológicos, construções históricas e mirantes para curtir a pequena cidade irlandesa. O ponto alto é que a cidade é base para a visitação do famoso Newgrange (monumento considerado mais antigo que as pirâmides do Egito).

bate-volta saindo de dublin

Bate-volta número #6: Malahide

Basicamente a parte mais famosa é o Malahide Castle and Gardens. E isso é o suficiente para sua visita de um dia todo no local. Além da visitação guiada no castelo (com opção em português!), o passeio pelas trilhas e jardins na propriedade é obrigatório e imperdível. Leve o seu lanche ou compre no restaurante local e faça um piquenique no gramado. Malahide pode ser acessada de ônibus, trem ou carro saindo de Dublin.

bate-volta saindo de dublin

Bate-volta número #7: Bull Island

Ainda dentro da cidade de Dublin, mas um pouco afastada do centro está a pequena Bull Island. Além das trilhas e da praia com grande faixa de areia, também funciona no local um campo de golfe. O local é pouco explorado e com bastante natureza ao redor. A pequena ponte construída para acessar a ilha é um excelente lugar para observar pássaros. O local pode ser acessado de carro ou de ônibus. Se for de ônibus terá que caminhar um pouquinho já que a ilha, que só tem uma simples e pequena estrada, não conta com sistema de ônibus.

https://www.instagram.com/p/BtcChPCl_fX/?utm_source=ig_web_copy_link

PS: Post em constante atualização. Vamos incluindo mais lugares conforme as visitas forem acontecendo.

 

E aí, tem mais alguma ideia de bate-volta saindo de Dublin? Conta pra gente aqui nos comentários 🙂

Similar Posts

Inscreva-se
Notifique-me sobre
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários